Notícias da área jurídica

28 de novembro de 2013, às 07h46min

Advogado disponibiliza modelo de ação indenizatória contra o app Lulu

 

A polêmica desta semana nas mídias sociais está sendo, sem dúvidas, o aplicativo Lulu, com o qual mulheres podem avaliar homens e compartilhar com outras usuárias suas impressões. Logo que se popularizou, o app se tornou alvo de críticas e muitos homens já demonstraram insatisfação, pela exposição desautorizada.

 

Um exemplo é um estudante de Direito que entrou com uma ação contra o aplicativo e contra o Facebook (o app usa dados sincronizados com a rede social) na 2ª vara do Juizado Especial Cível de Vergueiro, em São Paulo. Ele pleiteia uma indenização de R$ 27 mil.

 

O advogado que representa o estudante no caso, Fabio Scolari - do escritório Scolari, Garcia & Oliveira Filho, disponibilizou o modelo de petição utilizado no caso. Está aí o provável ponto de partida para mais um capítulo dessa celeuma que promete grandes emoções. 

 

Clique aqui para ter acesso ao modelo da petição.

 

Fonte: Portal Administradores.com
Autor: Redação do Administradores.com
Categoria: Direito Civil

Powered by Nuvem Shop

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
20 de janeiro de 2016, às 12h12min
A aplicação da lei de cotas raciais em concursos públicos (Lei 12.990), que reserva 20% das vagas a candidatos que se autodefinem pretos ou ...
18 de janeiro de 2016, às 12h47min
A Administração federal não pode condicionar a concessão de seguro-desemprego à restituição de valores pagos indevidamente a segurado. A dec...
15 de janeiro de 2016, às 12h57min
A seguradora Mapfre Vida S/A não tem a obrigação de indenizar mãe de segurado que cometeu suicídio dentro do prazo de carência de dois anos ...
NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
14 de janeiro de 2016, às 13h04min
A 5ª Turma do TRF da 1ª Região determinou a nomeação e posse de um candidato no cargo de Agente de Polícia Federal, porém sem o pagamento da...
14 de janeiro de 2016, às 12h51min
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, no exercício do plantão da Corte, determinou a revogação da pr...
14 de janeiro de 2016, às 13h36min
O juiz do Tribunal do Júri de Taguatinga não concedeu liberdade provisória à acusada, mãe de criação de uma criança de 11 meses de idade, qu...