Mulher com anorexia grave ganha direito de ‘morrer de fome’

Tribunal nos EUA autorizou que uma mulher que se recusa a receber comida e água não seja alimentada à força até o fim da vida

Uma mulher que sofre de anorexia grave ‘ganhou’ nos Estados Unidos o direito de ‘morrer de fome’ e receber cuidados para aliviar qualquer dor ou desconforto. A paciente, identificada apenas pelas iniciais A.G. tem 29 anos e desde 2014 está internada em um hospital psiquiátrico em Morristown, Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Segundo informações do jornal americano Wall Street Journal, a americana, que pesa menos de 30 kg, e se recusa a receber comida ou água, pediu a um tribunal nos Estados Unidos para não receber alimentação forçada, apenas cuidados paliativos. A.G recebe tratamento para transtornos alimentares, depressão e abuso de substâncias desde seus 13 anos.

Os promotores do caso alegaram que a anorexia não é uma condição terminal e que a paciente não tem uma boa saúde mental para recusar tratamento. Eles afirmaram também que sua depressão poderia ser tratada com cetamina, também conhecida por ketamina, uma terapia experimental usada frequentemente como droga ilícita em festas.

No entanto, segundo seu advogado, a desnutrição a longo prazo deixou a densidade óssea de sua cliente semelhante a de um idoso de 92 anos e, portanto, ela estaria em risco de sofrer uma lesão caso tentasse resistir à alimentação forçada. O que ela disse que faria.

Além disso, os médicos que a atenderam classificaram seu estado como “anorexia nervosa terminal” e afirmaram que ela provavelmente não se recuperaria da doença e que alimentá-la a força seria “desumano”.

O juiz que tomou a decisão final disse que o veredito contou com o apoio da família da paciente, de médicos, psiquiatras e até mesmo de um comitê de ética, e classificou seu depoimento como “voluntário, firme e credível”. Ele observou ainda que decisões anteriores de outros tribunais nos EUA têm confirmado o direito de pacientes ou familiares a recusar tratamentos salva-vidas.

Ainda não está claro se os promotores irão apelar da decisão.

Anorexia

A anorexia nervosa é caracterizada por uma recusa de manter um corpo saudável, pelo medo de ganhar peso, pela busca pela magreza e por preocupantes imagens e percepções de si mesmo. Geralmente, o problema é diagnosticado em pacientes do sexo feminino, com idades entre 15 e 19 anos.

Autoria: Redação da Veja.com
Fonte: Veja.com

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna