Integrante do grupo criminoso “Comando Vermelho” é condenado a 16 anos de prisão

Créditos: Evlakhov Valeriy/Shutterstock.com

O juiz Ernani Pires Paula Pessoa Júnior, titular da 1ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas de Fortaleza, condenou Mayandreson Araújo Albuquerque, integrante do grupo criminoso “Comando Vermelho”, a 16 anos de reclusão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo. A decisão foi proferida nesta quinta-feira (15/12).

A pena estabelecida para o cumprimento da sentença é o regime inicialmente fechado. O magistrado negou ainda o direito de recorrer em liberdade. “A gravidade dos crimes imputados ao réu e a quantidade dos entorpecentes apreendidos, de patente nocividade à saúde pública, justificam a segregação antecipada do mesmo, a fim de evitar novos atentados à ordem pública e a aplicação da lei penal, em caso de confirmação desta condenação”, destacou.

O juiz ressaltou ainda que “as consequências de seu ato criminoso são graves, visto que causam desgraça aos usuários de drogas, e a seus familiares, aproveitando-se da fraqueza, do desespero, da desesperança das pessoas que utilizam a substância maldita, as quais acabam com a própria vida”.

Segundo os autos (nº 0129031-72.2016.8.06.0001), ele foi preso em flagrante no dia 18 de abril de 2016 no bairro Granja Lisboa, na Capital. Policiais militares notaram uma movimentação suspeita em frente a uma residência e abordaram o réu. Com ele foi apreendido 116.650 gramas de maconha, 910 gramas de crack, uma escopeta calibre 12 municiada e balança digital.

Também foi encontrado com Mayandreson adesivos do grupo criminoso Comando Vermelho. Em depoimento, ele confessou ser responsável por receber, guardar e distribuir os entorpecentes que eram trazidos do estado da Paraíba.

Processo: 0129031-72.2016.8.06.0001

Fonte: Tribunal de Justiça do Ceará

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna