Ministros do STJ expressam pesar pela morte de Teori Zavascki

Ministros do STJ expressam pesar pela morte de Teori Zavascki
Créditos: Filipe Frazao / Shutterstock.com

Ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) utilizaram as redes sociais para manifestar pesar pela morte do ministro Teori Zavascki. Membro do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2012, ele integrou o STJ de 2003 a 2012. Os magistrados enalteceram o legado jurídico e as amizades moldadas ao longo de nove anos de tribunal. Logo após a confirmação da morte de Zavascki na tarde de quinta-feira (19), a presidente do STJ, ministra Laurita Vaz, expressou sua tristeza:

“O Brasil perdeu um dos mais brilhantes juristas que já tivemos. Por onde passou, conquistou o respeito de todos, não só pela sua notável inteligência e conhecimento, mas também pela sua honestidade e retidão. Não há palavras que expressem ou mensurem a falta que nos fará a extraordinária pessoa do grande amigo Teori. Que Deus nos dê resignação, e conforto à família do ministro diante de tão grande perda.”

A ministra disse também que Teori Zavascki deixou um rico legado para o direito, além de amizades em todos os lugares onde atuou.

Para os seus colegas do Tribunal da Cidadania, Teori foi um grande juiz, e o Brasil sentirá a sua falta. Confira algumas das manifestações dos ministros do STJ nas redes sociais:

“Perde a magistratura um exemplo de juiz e a sociedade brasileira, um grande homem público. Altivez de caráter, ética, dinamismo, sabedoria e sensibilidade humana são qualidades que tornam o ministro Teori exemplo a ser seguido por gerações de hoje e do amanhã.” Ministro Humberto Martins, vice-presidente do STJ.

“Lamento, com profundo pesar, a morte do Ministro Teori Zavascki. Uma perda sobremaneira lastimável para o todo o Judiciário e para a vida acadêmica.” Ministro Felix Fischer.

“Teori foi um exemplo para todos os magistrados: inteligente, sensível, humano e, acima de tudo, ético e de muita sabedoria.” Ministra Maria Thereza de Assis Moura.

“Francamente, o Brasil não merecia mais essa tragédia. Estamos todos de luto. Não somos todos Teori porque ele era único, mas como fará falta!” Ministro Og Fernandes.

“Subscrevo todas as manifestações dos colegas, e que nosso país um dia possa dimensionar a amplitude da perda desse Grande Homem Público brasileiro.” Ministro Mauro Campbell Marques.

“O Judiciário e a nação perdem um grande magistrado e homem honrado, culto, inteligente, responsável. Ficam suas ótimas ações e seu exemplo. Não nos conformamos com sua ausência, mas cumpriu muito bem sua missão na Terra.” Ministro Benedito Gonçalves.

“O Ministro Teori conseguiu agregar, com maestria, a teoria e a prática do Direito na sua atuação profissional, sendo talvez uma das explicações para a forma técnica, serena e segura com que sempre exerceu a função jurisdicional. Lembrando São Paulo, pode-se dizer que, ao completar sua jornada terrestre, combateu o bom combate e guardou fé. Sempre guardou a fé na Justiça, servindo de exemplo para todos nós!” Ministro Paulo de Tarso Sanseverino.

“Saudades do querido ministro Teori. Seu amor ao estudo do Direito, dedicação ao trabalho, suas palavras sempre firmes, exatas, serenas, tocando no âmago de cada delicada questão jurídica seguem como exemplo a ser seguido pela magistratura brasileira.” Ministra Isabel Gallotti.

“A triste notícia da morte do ministro Teori surpreende a todos. O Brasil perde, de forma prematura, uma das mais altas figuras representativas da cultura jurídica nacional e um magistrado exemplar.” Ministro Antonio Carlos Ferreira.

“O infeliz passamento do ministro Teori representa irreparável perda para os amigos, para o Judiciário e todos jurisdicionados.” Ministro Marco Buzzi.

“Tristeza e consternação tomam conta de todos os que, proximamente ou não, conheciam o Ministro Teori  Zavascki. Originária que sou da Justiça Federal, conheci-o quando integrava ele o TRF da Quarta Região e aprendi a admirá-lo, como parâmetro de magistrado a ser seguido. Seu elevado tirocínio técnico-jurídico, sua aguda sensibilidade ao julgar, sua retidão, seu equilíbrio e sua discrição, dentre outras qualidades, tornavam-no um Juiz ímpar, merecedor de nossa admiração e de todas as homenagens.” Ministra Assusete Magalhães.

“Perdemos uma capacidade jurídica invejável! E um homem dono de uma simpatia única! Uma pena para a magistratura e para o país! Muito triste!” Ministro Moura Ribeiro.

“Conheci Teori há 25 anos, pois fomos colegas na magistratura federal. E tive a grande honra de sucedê-lo no STJ. Sempre foi uma pessoa simples e franca. Não perdeu essas qualidades durante a sua destacada trajetória profissional. Um exemplo de seriedade e lisura que ficará para sempre.” Ministra Regina Helena Costa.

“Teori Zavascki encarnava as qualidades de um juiz: probo, equilibrado, sereno, justo, independente e corajoso. Não elevava a voz, mesmo quando divergia de um ponto de vista. Era respeitado por sua firmeza e segurança ao votar. Aqueles que tiveram a honra e o prazer de conhecê-lo de perto estão todos desolados. É uma perda irreparável para toda a nação.” Ministro Rogerio Schietti Cruz.

“Dia terrível para todos os brasileiros.” Ministro Gurgel de Faria.

“Muita tristeza! Perde o Judiciário! Perde o Brasil! Teori era um ser humano extraordinário: culto, firme, discreto e simples. Exemplo de honradez e de probidade. Que Deus conforte a família e os amigos.” Ministro Reynaldo Soares da Fonseca.

Fonte: Superior Tribunal de Justiça – STJ

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna