TJRR inicia projeto de prevenção de DORT’s

Município deve indenizar professora por queda em escola
Créditos: sergign / Shutterstock.com

O Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da Subsecretaria de Saúde, inicia nesta segunda-feira (22) o Projeto de Prevenção de Doenças Osteomioarticulares Relacioandas ao Trabalho (DORTs). O projeto vai ocorrer todas as segundas, quartas e sextas, de 8h às 12h nas unidades do Poder Judiciário, onde acadêmicos de fisioterapia, mediante um convênio entre TJRR e Cathedral, vão atuar com massagens terapêuticas, ginástica laboral, ergonomia e fisioterapia especializada para servidores e magistrados.

A iniciativa é de autoria e coordenação da servidora Ivy Marques Amaro. Conforme a servidora a ginástica laboral e ergonomia vão ser feitas in loco. Os estagiários passarão de setor em setor onde darão as instruções e farão as atividades com os servidores e magistrados.

Ainda conforme a servidora, a massagem terapêutica ocorrerá em cada prédio em uma sala específica. “No administrativo  a massagem será realizada na sala 223. No Palácio da Justiça na sala onde funcionava o protocolo judicial. No Fórum Cível no primeiro andar, na antiga ouvidoria e no Fórum Criminal, na sala de atendimento médico. As Comarcas do interior do Estado serão atendidas em campanhas” explicou.

A fisioterapia especializada será realizada no Consultório de Fisioterapia Especializada pela Servidora Ivy Marques Amaro e estará disponível aos servidores com diagnóstico de distúrbios específicos da coluna vertebral, como por exemplo: hérnias de disco, protrusões discais, lombalgias, lombociatalgias, cervicobraquialgias, etc.

O projeto de prevenção de DORT’s tem por objetivo prevenir as deformidades, lesões por esforço repetitivo, disfunções do músculo esqueléticas em função do trabalho.

Nuri

Fonte: Tribunal de Justiça de Roraima

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna