Acusado de atentar contra a vida de policial é condenado em Júri na Comarca de Araçagi

Acusado de atentar contra a vida de policial é condenado em Júri na Comarca de Araçagi
Créditos: Fine Art / shutterstock.com

A realização de um Júri Popular na Comarca de Araçagi chamou a atenção da cidade, nesta segunda-feira (19). Arivaldo Rocha de Carvalho foi levado a julgamento acusado de tentativa de homicídio, praticado em praça pública, às 11h da manhã, contra uma policial, em 2010. A vítima, apesar das sequelas decorrentes das cinco facadas que recebeu, compareceu em Juízo, onde prestou depoimento.

Matildes Monteiro Barreiro de Araújo exercia sua função na Delegacia da Mulher da cidade de Araçagi. Em seu depoimento, revelou que aconselhava a suposta esposa do réu, que na época tinha apenas 13 anos de idade, a romper a relação pela inadequação do caso. O réu, que tinha aproximadamente 25 anos, enfurecido com a interferência da autoridade, resolveu atacá-la à luz do dia, tentando ceifar sua vida.

Denunciado pelo Ministério Público, o réu foi levado a Júri e considerado culpado por tentativa de homicídio qualificado (motivo fútil), alcançando uma pena de 14 anos de reclusão. Em razão de já se encontrar preso há cinco anos e três meses, ele recebeu a progressão da pena para cumprir, inicialmente, em regime semi-aberto.

O Júri foi presidido pelo juiz de Direito, Fábio Brito de Faria, e contou com a participação direta do promotor de justiça, Sócrates da Costa Agra, e da defensora pública Neide Luíza Vinagre Nobre, bem como o empenho dos servidores da unidade.

“A realização do julgamento contribui para a aproximação do Poder Judiciário à comunidade, aumentando a confiança da Justiça, e dirimindo o sentimento de impunidade”, avaliou o magistrado, que destacou, ainda, que pretende colocar em pauta e encerrar os processos pendentes de julgamentos até o final deste ano.

Autoria: Gabriella Guedes

Fonte: Tribunal de Justiça da Paraíba

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna