MPF promove audiência pública para tratar de assédio organizacional na Universidade Federal de Goiás

MPF/GO promove audiência pública em Jataí para tratar de assédio organizacional na UFG
Créditos: nanmulti / shutterstock.com

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio da Procuradoria da República em Rio Verde (PRM/Rio Verde), promove no próximo dia 27 audiência pública para abordar questões relativas ao assédio organizacional (sexual e moral) vivenciado no âmbito da Universidade Federal de Goiás (UFG), mais precisamente na Regional da cidade de Jataí.

Procedimento investigatório criminal foi instaurado pelo MPF/GO, no início deste mês, com o objetivo de apurar indícios da prática dos crimes de assédio sexual e estupro praticados por professor da UFG, Regional Jataí, durante o exercício de suas atribuições  (clique aqui e leia a notícia).

Para o procurador da República Jorge Luiz Ribeiro de Medeiros, responsável pela convocação da audiência, é necessário que a comunidade discuta a questão do assédio organizacional, que se configura não apenas pela postura ativa de instituições em promovê-lo, mas também por sua omissão no combate efetivo dessa prática. “A Administração Pública, aí inclusas as Instituições Federais de Ensino Superior, possuem o dever de adotar medidas protetivas e preventivas em face de condutas de assédio moral e sexual”, explica o procurador.

Aberta à participação da sociedade em geral, a audiência pública será realizada no Campus Jatobá da UFG em Jataí, na próxima terça-feira (27), a partir das 13h.

MPF em Movimento – A iniciativa de convocação da audiência pública está inserida no contexto da implantação da projeto “MPF em Movimento” nos municípios de atribuição da PRM de Rio Verde. O projeto, que busca ampliar o contato da sociedade civil com as pautas de responsabilidade do MPF, tem a proposta de promover visitas e debates junto a comunidades e movimentos sociais para efetivar a presença da instituiçãonos diversos espaços de discussões, inclusive no campo legislativo. O MPF considera que os avanços nas pautas da cidadania dependem de uma atuação permanente e de diálogo franco com os grupos sociais, organizados ou não, e com as instituições. Criado no ano de 2013 em Manaus, o projeto tem o procurador da República Jorge Medeiros como um de seus idealizadores e já é replicado em outras unidades do MPF.

SERVIÇO
Evento: Audiência Pública
Tema: Assédio Organizacional (Assédio Moral e Sexual)
Público-alvo: sociedade em geral
Data: 27 de junho
Horário: a partir das 13h
Local: Cidade Universitária José Cruciano de Araújo (Unidade Jatobá), Rodovia BR-364, Km 192, Setor Parque Industrial, nº 3800, Jataí/GO.

Fonte: Ministério Público Federal

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna