Fraude em frigorifico causa prejuízo de R$ 250 milhões ao BNDES

Fraude em frigorifico causa prejuízo de R$ 250 milhões ao BNDES
Créditos: Alf Ribeiro / shutterstock.com

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que os sócios do Frigorífico Independência apresentaram, em 2008, documentos de comprovação contábil fraudulenta para conseguir aporte financeiro do BNDES. A informação consta no relatório apreciado durante sessão plenária realizada ontem (5). Os ativos do frigorífico foram adquiridos pela JBS em 2013.

Em novembro de 2008, a diretoria do Banco aprovou o aporte de R$ 450 milhões para a Independência Participações S.A., sob a forma de subscrição de ações preferencias resgatáveis nominativas da companhia pelo BNDESPar, a ser realizado em dois momentos distintos. O objetivo era permitir o crescimento acelerado da empresa, aumentando seu capital de giro.

O primeiro desembolso feito pelo BNDES ocorreu 18 dias após o pedido, no valor de R$ 250 milhões. Três meses depois, a empresa ingressou com o pedido de recuperação judicial, razão pela qual o BNDES deixou de efetuar a segunda subscrição de ações.

Para o Tribunal, houve negligência por parte do BNDES em aprovar o apoio financeiro sem avaliar, com a devida diligência, o risco de falência da empresa a curto prazo. Diante da irregularidade, o TCU decidiu desconsiderar a personalidade jurídica da empresa e responsabilizar os sócios diretamente, em solidariedade com os ex-gestores do BNDES, pelo prejuízo causado aos cofres do BNDESPar. O valor original do débito deverá ser atualizado. O processo será convertido em Tomada de Contas Especial (TCE).

Processo: 034.940/2015-4

Fonte: Tribunal de Contas da União

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna