Magistrado recebe denúncia contra acusado de crime de feminicídio

Crédito:  271 EAK MOTO

Na 8ª Semana da Justiça Pela Paz em Casa, o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, titular da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri recebeu, nesta quarta-feira (23), denúncia ofertada pelo Ministério Público em desfavor de Leonardo Gomes Monteiro por feminicídio. Conforme a peça acustaória, em 19 de junho de 2017, por volta de 17 horas, na 7ª Avenida, no Setor Leste Vila Nova, nesta capital, o réu matou Alessandra Rosa Veiga, de 39 anos, e Irene Gabrieli Rosa Veiga, de 15, mediante vários golpes de faca.

De acordo os autos, o denunciado vivia em regime de união estável com a vítima Alessandra. No dia do fato, os dois discutiram, momento em que ele pegou uma faca e passou a golpeá-la por diversas vezes. Na sequência, o réu passou a agredir também a enteada. O denunciado foi perseguido pela polícia logo após o fato por estar em atitude suspeita, quando pulou o muro de uma casa, na mesma rua, momento em que entrou e se escondeu em um dos cômodos da residência. A porta foi arrombada com o consentimento do morador e o homem foi preso em flagrante.

Constatou-se que, em junho deste ano, o denunciado já havia agredido a companheira, quando foi preso em flagrante. Durante audiência de custódia, ele foi liberado, sendo-lhe impostas algumas obrigações. Entretanto, agora, preso novamente em flagrante e levado a nova audiência de custódia, teve sua prisão preventiva decretada. Ao receber a denúncia o magistrado Jesseir determinou a citação do denunciado para responder a acusação em 10 dias.

Fonte: TJGO

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna