Justiça condena empresa a indenizar apresentadora Patrícia Poeta

Crédito: Sebastian Duda

O juiz Mauro Nicolau Júnior, da 48ª Vara Cível da Capital, condenou, nesta terça-feira, 22, a Nutreo Comércio de Produtos Homeopáticos ao pagamento de R$ 30 mil por indenização à jornalista e apresentadora Patrícia Poeta, da TV Globo, por propaganda enganosa e uso indevido de imagem. A jornalista recorreu à Justiça após verificar que a sua imagem foi vinculada na divulgação do produto Cactinea, utilizado para emagrecimento.

A empresa também deverá publicar em jornal de grande circulação, e na sua página oficial Facebook, a informação de que Patrícia Poeta não adquiriu ou utilizou o suplemento Cactinea, nem autorizou o uso da sua imagem na vinculação do produto.

Segundo a decisão do juízo, o emagrecimento da jornalista “não se deu em virtude do uso do suplemento, deixando claro que tratou-se de inequívoca propaganda enganosa”.

Processo nº 0434925-90.2016.8.19.0001

Fonte: TJRJ

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna