Justiça mantém prisão de casal acusado de planejar sequestro de empresário

119
Namning/Shutterstock.com Em audiência de custódia realizada nessa segunda-feira, dia 28, a juíza Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros manteve a prisão preventiva de Nilton Alves Moreira Junior e Leanny Taciane da Conceição Renõnes, presos em flagrante por extorsão mediante sequestro. O casal é acusado de planejar o sequestro de Alexis Beghini Carvalho, amigo de Nilton, além de seu filho e sua nora, no último sábado, dia 26. Na decisão, a magistrada justificou a manutenção da prisão preventiva dos reús pela gravidade dos fatos e para evitar constrangimento das vítimas, que serão ouvidas em juízo em audiências futuras. “No que diz respeito à manutenção da prisão preventiva, entende esta magistrada que a mesma se demonstra necessária e proporcional, devendo ser destacado que os fatos são extremamente graves, já que as vítimas ficaram em poder dos sequestradores por cerca de uma hora, sendo ameaçadas, tendo sido feito uso de arma de fogo além de violência física real”, avaliou. Fonte: Tribunal de Justiça do  Rio de Janeiro

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados