Mais de 50% dos eleitores brasileiros já têm sua biometria cadastrada

151

Eleitorado brasileiro com biometria cadastrada chega a 50,21% do total

O recadastramento biométrico, processo que permite que o eleitor seja reconhecido por sua impressão digital, atingiu a marca de mais da metade (50,21%) do eleitorado brasileiro na segunda-feira (22/01). Dos 146.654.659 eleitores, 73.638.970 já estão com a impressão biométrica cadastrada.

Desde a implantação dessa alternativa, que ocorreu no ano de 2008, 7 estados já contam com todo o seu eleitorado com a biometria devidamente cadastrada. São eles: Alagoas e Sergipe, que concluíram o processo até 2012; Amapá e Distrito Federal, que terminaram em 2014 e Goiás, Roraima e Tocantins, que finalizaram em 2017.

Além destes, o estado de Roraima já concluiu o cadastramento e está, agora, na etapa de homologação, de modo a cancelar o título dos eleitores que não cadastraram suas digitais. A Justiça Eleitoral espera que toda a população brasileira já esteja cadastrada até o ano de 2022.

Adoção da biometria no Brasil

A urna eletrônica já é utilizada desde as eleições municipais de 2000. Porém, identificou-se que ainda havia a necessidade de intervenção humana para identificar os eleitores, já que é preciso contar com o auxílio dos mesários para tal.

Com o sistema biométrico, praticamente não há mais necessidade de intervenção humana, já que a votação só é liberada se a biometria do usuário for reconhecida com a que está armazenada no sistema da Justiça Federal.

A biometria começou a ser usada aos poucos no Brasil,

Fonte oficial: TSE

DEIXE UMA RESPOSTA