Depois de perdão, vítima paga advogado para liberar homem que o esfaqueou

43
 

Vítima passou a integrar um movimento evangélico logo que saiu do hospital e perdoou a sua vítima

Depois de passar mais de 6 meses preso por ter esfaqueado um colega de trabalho, Hugo Ferreira, de 29 anos, foi liberado por um advogado que foi pago pelo mesmo colega de trabalho que foi esfaqueado por ele. O caso aconteceu em Sousa, uma cidade do interior da Paraíba.

Hugo, que trabalhava como flanelinha, começou uma discussão com Sebastião Felizardo e o esfaqueou no meio da rua. Um policial militar passava por lá na hora da tentativa de homicídio e o prendeu em flagrante, enquanto a vítima teve que ser levada para um hospital da região, onde passou quatro dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para que se recuperasse dos ferimentos.

Perdão de Sebastião

Depois de receber alta do hospital, Sebastião passou a fazer parte de um movimento evangélico. Seu advogado disse que Hugo já estava preso a aproximadamente 4 meses e que que parte da acusação era com o Ministério Público, logo, não era necessário que ele participasse do processo. Porém, Sebastião disse que queria ajuda não mais para condenar Hugo, mas sim para soltá-lo.

Precisa de uma ferramenta de conversão para PDF? Clique aqui!

Pouco tempo depois, foi realizada uma audiência e o juiz José Normando Fernandes revogou a prisão do homem, depois de a própria vítima dizer em seu depoimento que queria retirar o processo. Atualmente, ambos fazem parte do mesmo movimento evangélico e dizem que são amigos.

Fonte oficial: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA