Reguladores da UE indicam bolha de preços de criptomoedas

Órgãos reguladores de bancos, títulos e seguros da União Europeia alertam sobre sinais que indicam uma bolha nos preços

As moedas virtuais, como o bitcoin, apresentaram sinais evidentes de uma bolha de preços, e os consumidores que investiram belas podem perder todo o seu dinheiro. É isso o que informaram os órgãos reguladores de bancos, seguros e títulos da União Europeia (UE) na segunda-feira (12/02).

O bitcoin, que é a criptomoeda mais famosa, teve valorização de mais de 1.000% em 2017, mas quase metade desse valor já foi perdido no ano, devido a crescentes pedidos de repressão regulatória nos ativos.

Informações dos órgãos regulatórios

Em um comunicado conjunto, os órgãos regulatórios informaram que as moedas virtuais são extremamente perigosas e não são reguladas como os investimentos, planos de previdência ou poupanças.

Eles também alertaram que as informações para os consumidores interessados na aquisição de criptomoedas são geralmente incompletas, difíceis de entender e não informam os riscos, logo, podem ser enganosas.

Moedas como o bitcoin são extremamente sujeitas à volatilidade dos preços, o que indica a presença de uma bolha. Quem compra essas moedas deve estar atento de que há riscos de se perder uma grande quantia, ou até mesmo todo o dinheiro investido, disseram.

Valdis Dombrovskis, vice-presidente da Comissão Europeia, foi quem solicitou o alerta. Ele também disse, no mês passado, que o bloco precisa impedir que as criptomoedas sejam um símbolo para comportamento ilegal.

Autoridades-chave do setor privado se encontrarão muito em breve para discutir a situação a longo prazo e as atuais oscilações do mercado. A Alemanha e a França, no mês passado, pediram ao G-20, grupo com as 20 maiores economias, para discutir uma possível regulamentação das criptomoedas no próximo encontro.

Fonte oficial: Terra

Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

- Sêneca

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar.

- Ayrton Senna