TJ-SP nega HC a acusados de agredir empresário em frente ao Instituto Lula

0
23
habeas corpus Negado
Créditos: izzet ugutmen/Shutterstock.com

A 3ª Câmara de Direito Criminal negou o habeas corpus do ex-vereador Manoel Eduardo Marinho e de seu filho, presos por tentativa de homicídio qualificado, em função da agressão ao empresário Carlos Alberto Bettoni, em frente ao Instituto Lula. A vítima ficou internada por 22 dias e sofreu traumatismo craniano.

A defesa alegou a apresentação espontânea dos acusados à polícia e destacou que a prisão preventiva é decisão “carecedora de fundamentação idônea”. O desembargador considerou que a ordem de prisão é regular e que o caso apresenta “justificativas para a segregação cautelar”. (Com informações do portal Conjur.)