Advocacia em luto; morre jurista Hélio Bicudo

137
helio-bicudo
Créditos: Reprodução | Roda Viva/Youtube

Morreu nesta terça-feira (31) um dos juristas mais importantes do país. O advogado Hélio Bicudo faleceu hoje aos 96 anos devido a vários problemas de saúde, inclusive cardíaco. Com longa carreira política, Bicudo foi um dos primeiros políticos a se filiar ao PT e foi um dos juristas que atuou no pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Já ocupou os cargos de promotor e procurador da Justiça, chefe da Casa Civil do Governo do Estado de SP, ministro da Fazenda do governo de João Goulart. Um dos seus trabalhos mais notórios foi condenar integrantes do Esquadrão da Morte, grupo de extermínio formado por policiais que agia em São Paulo nos anos 70, época em que era promotor.

“É preciso atuar, pressionar, para que avancemos na direção de uma sociedade nova onde a pessoa seja, realmente, o sujeito do Direito.” Dizia Bicudo.

Na política, Bicudo foi deputado Federal duas vezes consecutivas e vice-prefeito de São Paulo, na gestão de Marta Suplicy. O advogado se afastou do PT após o caso do Mensalão.

A saúde do jurista já era frágil desde 2010, época em que sofreu um AVC. Seu estado piorou depois da morte da sua esposa, Déa Pereira Wilken Bicudo, após 71 anos de casamento. Ele deixa sete filhos, netos e bisnetos. (Com informações do Migalhas.)

DEIXE UMA RESPOSTA