Novo software para padronizar arquivos de audiências pode ser implementado no TJPB

186
arquivos de audiências
Créditos: Golubovy | iStock

Os servidores da Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec) do TJPB, em reunião com juízes, membros do Comitê de PJe e um representante de empresa especializada em informática, estão avaliando a implantação de um novo software no tribunal para padronizar a gravação e o armazenamento de mídias referentes às audiências.

O diretor da Ditec, Giuseppe Guido, disse que a necessidade de padronização em todo o Judiciário estadual motivou a busca pela solução tecnológica.

Ele explicou que o novo CPC “permite a gravação das audiências, mas cada unidade grava de forma diferente. Por exemplo, tem juiz que grava no seu próprio notebook, outro, em HD externo. Em resumo, não há um padrão, nem de gravação, nem de armazenamento. Então, unificar vai facilitar muito o controle desses arquivos por parte da Ditec e dos próprios magistrados. Outra facilidade da ferramenta é que permite, também, a integração com outros dos nossos sistemas, a exemplo do Processo Judicial eletrônico (Pje)”.

Já o gerente de Atendimento do TJ apontou que, “além da padronização, sendo um software único para todas as comarcas do Estado, e a interação com os sistemas judiciais, também tem vários protocolos de segurança”.

Os juízes presentes na reunião destacaram que a proposta da ferramenta é boa, com benefícios como controle central das informações e segurança.

A novidade é desenvolvida baseando-se na análise das necessidades do mercado e dos Tribunais e será aprimorado para a efetiva utilização. (Com informações do Tribunal de Justiça da Paraíba.)

DEIXE UMA RESPOSTA