Cabral é condenado a 47 anos e 4 meses de prisão

106
prisão
Créditos: ra2studio | iStock

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, impôs ao ex-governador Sérgio Cabral (MDB) a maior pena da Operação Lava Jato até o momento: 47 anos e 4 meses de prisão. A pena total de Cabral já acumulou 170 anos e 6 meses de prisão, e ele é réu em outras 18 ações penais.

O advogado de Cabral recorrerá da decisão e afirmou que “as sentenças da 7ª Vara Federal em face do ex-governador já não chocam apenas pelas condenações em série, mas por sua inusitada matemática e disparidade de critérios com relação a outras condenações em processos idênticos”.

O ex-governador foi denunciado pelo MPF por ter recebido propinas da Carioca Engenharia por obras como o Arco Metropolitano, o PAC das Favelas e a Linha 4 do metrô do Rio.

O juiz destacou que “Sérgio Cabral mercantilizou da forma repugnante a funções públicas que lhe foram outorgadas por meio de uma quantidade expressiva de votos pelos eleitores cariocas, que foram traídos e abandonados à própria sorte em um estado em que a corrupção se espraiou por todos os órgãos da administração estadual. Político experiente e de alto padrão social, urdiu plano criminoso antes mesmo de vencer as eleições para chefia do Poder Executivo estadual, e logo ao assumir o governo de estado pôs em prática um gigantesco esquema de corrupção, fraudes e outros delitos”.

Ao beneficiar empresários e interesses próprios, o juiz destacou que Cabral dilapidou o patrimônio do estado do Rio de Janeiro. (Com informações do Consultor Jurídico.)

Processo: 0504113-72.2017.4.02.5101 – Sentença (disponível para download)

DEIXE UMA RESPOSTA