Ricardo Barros toma posse no cargo de defensor público-geral da Paraíba

177

O Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado do Paraíba (DPE-PB) deu posse nesta sexta-feira (4) ao novo defensor público-geral (DPG) da Paraíba, Ricardo José Costa Souza Barros.

A solenidade aconteceu na sala de reunião do Conselho, localizada na Sede Administrativa da DPE-PB, durante a 89ª Sessão Extraordinária do colegiado. Ricardo foi nomeado pelo governador João Azevêdo Lins Filho e vai conduzir a Defensoria Pública estadual no biênio 2019/2020.

A sessão contou com a presença dos membros do Conselho Superior, além de defensores públicos ativos, aposentados e servidores, e foi presidida pelo decano da Instituição, o defensor público Charles Pereira Gomes. No discurso de posse, Ricardo Barros prometeu trabalhar não para um grupo, mas por todos os defensores públicos estaduais e em benefício da população carente da Paraíba, principal usuária dos serviços oferecidos pela Defensoria Pública.

O DPG também destacou a importância do cargo ter sido nomeado pelo governador – o que não ocorreu no biênio passado – e ressaltou que esse gesto é o primeiro passo da retomada do diálogo da Instituição com o Poder Executivo. “Recebi a nomeação com muita satisfação e esperança, já que o governador se propôs a nomear o defensor público-geral e abrir um diálogo com a nossa classe. Há uma expectativa muito grande de toda a classe e também minha de um bom relacionamento com o governo do Estado”.

Nomeação da subdefensora geral – Depois de tomar posse, Ricardo Barros assinou a primeira portaria como defensor público-geral, nomeando a ex-DPG, Madalena Abrantes, para o cargo de subdefensora pública-geral. “Nomeei Madalena, antes de tudo, porque ela é uma grande força de trabalho, uma mulher obstinada, que visualiza a Defensoria Pública o tempo todo. Então, ela vai me subsidiar e me ajudar a desenvolver o trabalho à frente da Defensoria Pública”, justificou.

A subdefensora ressaltou a trajetória de luta de Ricardo Barros e os embates que enfrentaram juntos e disse que a nomeação do novo DPG é importante para o atual momento da Instituição. “Independente de ser ou não a subdefensora, eu estaria ao lado de Ricardo Barros, porque estando ao seu lado, estou do lado da Instituição, que é a minha segunda família”, disse.

Carreira – Na carreira há 32 anos, Ricardo Barros é o único defensor público a participar das quatro formações do Conselho Superior da Defensoria Pública da Paraíba e também foi o primeiro subdefensor nomeado por livre escolha do defensor público-geral. Já foi presidente e vice-presidente da Associação Paraibana dos Defensores Públicos (APDP) e exerceu, ainda, o cargo de secretário geral do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Além do curso de Direito, o novo defensor geral também é formado em Administração de Empresas e possui dois cursos de aprimoramento em Processo Penal ministrado pela Escola Superior da Magistratura (Esma).

DEIXE UMA RESPOSTA