Acidente em ponte que desabou caracteriza dano moral e material

60
No caso, o motorista se acidentou porque não tinha sinalização indicando o estado da ponte Créditos: Sergey Khakimullin | iStock Acidente em ponte que desabou caracteriza dano moral e material, o que justifica indenização. O entendimento unânime é da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS). A corte condenou o município de Rio Verde de Mato Grosso a pagar R$ 48,3 mil por causa de um acidente em uma ponte que desabou dias antes do ocorrido. Por causa da falta de sinalização indicando que a ponte foi levada pelas fortes chuvas, o motorista do veículo caiu no Rio Taquari Mirim. O município já tinha sido condenado em 1º Grau. No recurso, a prefeitura argumentou que não houve dano moral comprovado. Disse ainda que quando há conflito entre interesse particular e o público coletivo, deve prevalecer o último. O desembargador Julizar Barbosa Trindade, relator do processo, concluiu que o acidente foi gravemente relevante para indicar dano moral. Processo 0800121-59.2017.8.12.0011 Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados
   
Cadastro de Novo Usuário
*Required field