Mulher é condenada por corrupção no Irã por retirar hijab em público

119

Apesar da pena, ela foi indultada pelo governo iraniano

Uma iraniana foi condenada a um ano de prisão por corrupção após tirar seu hijab em público na capital do país, Teerã. Ela já cumpre a pena, mas foi indultada pelo líder do país, aiatolá Ali Khamenei. A mulher será liberada assim que o perdão for executado.

pm-ms
Créditos: Zolnierek | iStock

Essa não é a primeira condenação de Vida Movahed. Anteriormente, ela foi condenada pelo mesmo “crime”.

Ela subiu em um gerador de energia na capital iraniana, retirou seu hijab e o agitou como uma bandeira. Esse ato foi seguido por outras mulheres. As informações são do site Universa, do portal UOL.

Apesar do ativismo por mais direitos às mulheres iranianas, o advogado de Vida afirmou em entrevista à imprensa britânica que sua cliente não tomará qualquer atitude similar. “Devido às consequências negativas que este ato teve para ela e seu filho de dois anos, (Movahed) aceita que esta forma de expressar sua opinião não foi correta”, afirmou seu defensor.

Saiba mais:

DEIXE UMA RESPOSTA