Sindicato com registro vencido não deixa de conceder direito a filiados

46

Estabilidade sindical para dirigente eleito pode ser reconhecida antes do registro, diz TST

Sindicato com registro vencido não deixa de garantir estabilidade de emprego aos dirigentes eleitos. O direito trabalhista é previsto pelo artigo 8 da Constituição Federal. De acordo com ele, é vedada a dispensa de trabalhador que esteja concorrendo ou esteja eleito para cargo em sindicato.

Sindicato é obrigado a prestar assistência judicial gratuita
Créditos: kabliczech /

Em decisão unânime, a 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) deu ganho de causa a dirigente de sindicato de químicas e farmacêuticas e decidiu que a ação movida por ele seja julgada novamente em juízo de primeiro grau.

O dirigente pleiteia que seja anulada sua demissão pela Sanplast Indústria e Comércio de Plásticos Ltda. Ele foi dispensado em 2017 após cerca de cinco anos como funcionário da empresa.

Saiba mais:

O trabalhador havia sido eleito para cargo de suplente de diretoria no Sintraplavi. O sindicato, porém, não tinha registro válido no Ministério do Trabalho.

A ministra Dora Maria da Costa, relatora do recurso, destacou que a estabilidade sindical pode ser reconhecida antes do registro do sindicato. Este é, segundo a magistrada, o entendimento do STF.

“Assim, a aquisição da personalidade jurídica pela entidade sindical dá-se antes do seu registro no Ministério do Trabalho, ou seja, a proteção ao dirigente sindical já se impõe no processo de criação da entidade respectiva”, afirma.

RR – 977-23.2017.5.12.0006

Clique aqui para acessar o acórdão.

Notícia produzida com informações da assessoria de imprensa do TST.

DEIXE UMA RESPOSTA