Como evitar os cinco erros mais cometidos por advogados iniciantes

22
Créditos: IndypendenZ | iStock No Brasil, vivemos uma realidade em que, infelizmente, os cursos de Direito não preparam os advogados recém-formados para a vivência prática do mercado de trabalho. Mas isso também ocorre em outras profissões. A maioria dos advogados, quando iniciam suas carreiras, não conhecem a rotina de um escritório e não possuem qualquer noção para tocar seus negócios, que também depende de marketing, empreendedorismo, administração e finanças, assim como qualquer outro segmento. Por esse motivo, o espanto de quem inicia a carreira e se depara com esse cenário costuma ser muito grande, porque desconhece uma série de fatores, desencadeando alguns erros comuns no começo. Mas para ajudar esses profissionais, separei algumas dicas para ajudar nessa missão. Entretanto, é bom reforçar que a melhor estratégia é se manter ciente desses deslizes e se preparar para evitá-los. Confira algumas dicas: 1. Não traçar um plano de carreira O início de carreira é o momento de se arriscar, errar e aprender. Porém, isso não quer dizer as coisas devam acontecer de improviso, sem planejamento. Aproveite o momento de relativa tranquilidade e crie um plano de futuro profissional bem definido. Trace objetivos e saiba aonde você quer chegar. Esse é um importante

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados