Limite para parcelamento de dívidas é ampliado para R$ 5 mi pela Receita

223

Débito pode ser dividido em 60 parcelas mensais. Prestação mínima de R$ 500 para pessoa jurídica

A Receita Federal ampliou para R$ 5 milhões o limite para parcelamento de dívidas. A instrução normativa 1.891 foi publicada no Diário Oficial da última quinta-feira. O limite anterior era de R$ 1 milhão.

TRF4 determina que Receita Federal devolva Imposto de Renda pago por idosa que sofre do coração
Créditos: sutham / Shutterstock.com

Isso significa que quem deve até R$ 5 milhões à Receita poderá negociar a dívida em até 60 parcelas.

As prestações mensais não podem ser inferiores a R$ 200 para pessoas físicas e R$ 500 para pessoas jurídicas. O parcelamento pode ser requerido direto pelo site da Receita.

Saiba mais:

A Receita Federal administra as dívidas tributárias, incluindo débitos com imposto de renda e pelo não pagamento de IOF. Para dívidas com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o teto continua sendo de R$ 1 milhão.

Notícia produzida com informações da assessoria de imprensa da Receita Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA