Loja indenizará pais porque vendedor apelidou filha do casal de “Cara de Kenga”

123

Funcionário escreveu apelido na nota fiscal emitida pelo estabelecimento

Ajuda financeira de filho para os pais não é suficiente para comprovar dependência econômica
Créditos: icedmocha / Shutterstock.com

Pais também têm direito a indenização por danos morais por ofensas feitas a seus filhos. Foi o que decidiu a 4ª Vara Cível, Órfãos e Sucessões de Cariacica (ES).

O juízo condenou uma loja a indenizar os pais de uma cliente por um apelido em uma nota fiscal. Ela teve o sobrenome substituído pela expressão “Carade Kenga”.

Saiba mais:

No entendimento da 4ª Vara Cível, os pais da adolescente sofreram dano moral reflexivo. Foram eles quem deram entrada no processo. A empresa foi condenada a indenizar a ofendida em R$ 5 mil e em R$ 1,1 mil a cada um dos pais. Em sua defesa, a rede de lojas negou a existência de danos morais e afirmou ter retirado do quadro de colaboradores o profissional responsável pela ofensa.

Processo 0001157-80.2017.8.08.0012

Notícia produzida com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Espírito Santo.

DEIXE UMA RESPOSTA