Busca por “green card” canadense cresce mais que o dobro em 2 anos

493
Busca por “green card" canadense cresce mais que o dobro em 2 anos
Créditos: Tony Studio | iStock

Profissionais qualificados e empreendedores. Os brasileiros que se encaixam nesse perfil têm boa perspectiva no Canadá, motivo que, segundo dados da imigração, fez com que a concessão do visto de residência permanente para brasileiros crescesse 128% nos dois últimos anos.

Em 2018, 3.950 brasileiros tiraram o visto para residência. Até abril deste ano, já são 1.310. Vistos concedidos para estudantes cujos cursos duram mais de seis meses foram mais de 10 mil vistos em 2018 contra 8.875 em 2017. Até abril de 2019, já somam-se 3.250 pessoas. 

Um dos perfis que buscam oportunidades no Canadá são empreendedores que desejam realizar a internacionalização de startups. A Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) possui parceria com Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Economia, Sebrae e Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores) que auxilia neste sentido. Eles citam a facilidade de conseguir investimentos e outras facilidades, como patente de medicamentos e comercialização global devido à menor burocracia. 

Paula Gomes, coordenadora de internacionalização da Apex, diz que o objetivo é exportar a tecnologia brasileira, mas mantendo a raiz do negócio no Brasil, e fomentando a expansão dos negócios dos empreendedores. Ela destaca que Toronto é a cidade com a maior concentração de empresas de inteligência artificial, e “o Canadá é rico em aceleradoras de empresas, em programas e, ao mesmo tempo, é muito aberto a outras culturas, a pessoas de outros lugares, e isso facilita a chegada do estrangeiro”.

O vice-cônsul do Brasil em Toronto, Ademar Seabra, pontua que o Canadá procura por imigrantes qualificados devido às baixas taxas de fecundidade no país: “A população daqui é bastante envelhecida, e o contingente populacional com mais de 65 anos é muito superior ao de 21 anos, por exemplo. Com este déficit demográfico, você precisa atrair imigrantes. É por isso que buscam pessoas jovens, casais com filhos pequenos, pessoas com nível superior ou com uma carreira consolidada”

Ele destaca que existe perfil bem definido de brasileiro no Canadá: “São pessoas que saem do Brasil com uma trajetória profissional bem-sucedida e querem um desafio –e a estratégia canadense é buscar este imigrante. Além disso, a maior parte dos brasileiros citam a questão da violência urbana como um fator determinante para a mudança de país”, 

Para conceder o green card, o Canadá utiliza um sistema de pontuação. Quanto maior a pontuação, maior a chance de ser aceito para viver no país. Contam na avaliação: idade, formação acadêmica, tempo de carreira profissional, proficiência de francês e inglês, convite para trabalhar no país, estudo no país como tecnólogo ou (pós) graduando.

(Com informações do Uol)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA