Supremo abre edital para compra de “duplicador forense”

82
Supremo abre edital para compra de “duplicador forense” | Juristas
Créditos: Fellip Agner / iStock

O STF abriu edital de pregão eletrônico para compra de aparelhos que duplicam arquivos de mídia (“duplicador forense”). Eles ajudam a preservar a cadeia de custódia de provas, pois guarda uma cópia idêntica do disco rígido. O pregão estima o gasto de R$ 79,5 mil em dois aparelhos. A Corte disse que a necessidade dos aparelhos surgiu com os processos da operação “lava jato”.

A assessoria de imprensa do STF disse que “a PGR encaminha muitas mídias com mais de um terabyte de provas e nossos equipamentos demoravam mais de uma semana para fazer o upload desses documentos no nosso sistema”. O estudo para adquirir os aparelhos foi feito antes de 2019, afastando a hipótese de que seriam utilizados para o inquérito que investiga fake news contra ministros.

(Com informações do Consultor Jurídico)

DEIXE UMA RESPOSTA