Laptops da Apple serão restringidos em voos da Qatar Airways por medo de fogo

189
Laptops da Apple serão restringidos em voos da Qatar Airways por medo de fogo
Créditos: pressureUA | iStock

A Qatar Airways engrossou o grupo de companhias aéreas que restringem laptops MacBook Pro em voos é proibiu o transporte na bagagem despachada dos modelos de 15 polegadas da marca em decorrência da preocupação de que as baterias possam pegar fogo. 

Agora, eles devem ser levados na cabine e desligados. A companhia aérea rival, Virgin Australia, proíbe todos os modelos de laptops da Apple em bagagem despachada.

Algumas unidades dos modelos do MacBook Pro de 15 polegadas vendidos entre setembro de 2015 e fevereiro de 2017  podem sofrer superaquecimento da bateria e apresentar risco de incêndio. A Apple já fez recall do modelo.

Além das duas companhias, Singapore Airlines e  Thai Airways International impediram o transporte de qualquer dos modelos afetados em suas aeronaves.

A Administração Federal de Aviação dos EUA alertou as grandes companhias aéreas dos EUA sobre o recall da Apple e recomendou que as empresas aéreas sigam as instruções de segurança de 2016 para produtos com baterias em recall. 

A Agência de Segurança da Aviação da União Europeia também emitiu alerta sobre os modelos do MacBook Pro no início de agosto.

Já houve incidentes de celulares, laptops e outros dispositivos que superaqueceram e pegaram fogo em compartimentos de passageiros de aviões, mas nenhum incêndio saiu do controle. Desde 2006, houve 3 acidentes, 2 deles fatais, em empresas aéreas de carga, cuja causa dos incêndios pode ter sido baterias de lítio.

(Com informações do InfoMoney)

Leia também:

 

Conheça o Juristas Signer , a plataforma de assinatura de documentos com certificado digital.

DEIXE UMA RESPOSTA