Justiça de Vitória decreta falência da Telexfree por dívida de R$ 2 bi a credores

1997

TelexfreeA juíza Trícia Navarro Xavier Cabral da 1a. Vara Cível da Comarca de Vitória, capital do Espírito Santo, decretou ontem (09) a falência da Telexfree, empresa que tem sede em Vitória e que deve cerca de R$ 2 bilhões a mais de 1 milhão de credores.

A empresa foi acusada de promover uma das maiores fraudes financeiras do Brasil, um esquema conhecido como pirâmide financeira. 

A Telexfree Inc chegou ao Brasil no ano de 2012, oferecendo ligações de longa distância mais baratas pela internet (Voice Over Internet Protocol – Voip). Ela prometia ganhos de mais de 200% ao ano para quem trouxesse novos clientes e publicasse anúncios. Investigações realizadas nos Estados Unidos da América apontaram que menos de 1% da receita da empresa vinha dos produtos de telefonia.

Um dos grandes divulgadores do esquema, Clair Berti (Yatri), disse ter ganhado mais de R$ 4 milhões e responde a um processo na Justiça de Santa Catarina por crime contra a economia popular além de se envolver em outros casos denunciados.

A empresa de telefonia Voip Telexfree havia sido condenada também pelo Tribunal de Justiça do Acre, que determinou pagamento de R$ 3 milhões por danos coletivos.

Clique aqui para baixar o inteiro teor da sentença da falência da Telexfree.

(Com informações do G1 e Valor Investe)

Leia também:          

Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Acesse a plataforma de assinatura de documentos com certificado digital de maneira fácil e segura.

Falência da empresa Telexfree
Créditos: artisteer / iStock

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA