Fase de apuração de irregularidades em processo sobre delação premiada da JBS está encerrada

342
Delação Premiada da JBS
Créditos: simpson33/ iStock.com

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, reiterou que está encerrada a fase de instrução processual que apura possíveis irregularidades na delação dos executivos do grupo J&F. Ele manteve a indicação da Petição 7003 à pauta, o que faculta a apresentação das alegações finais pela defesa e pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

O magistrado destacou, na decisão, a necessidade de concretizar o princípio constitucional da duração razoável do processo, que deve pautar “as pretensões, manifestações e afazeres” levados a efeito no STF.

Fachin já havia deferido diligência, em novembro de 2018, solicitando o compartilhamento da ação de exibição de documentos. Ela tramita no juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo. As novas diligências pedidas pela defesa dos executivos em fevereiro deste ano foram rejeitadas pelo ministro, que declarou encerrada a instrução. Assim, liberou o processo para inclusão na pauta de julgamentos. 

Na semana passada, a Procuradoria-Geral da República requereu “prioridade na decisão do Colegiado do STF para viabilizar a adequada resposta penal aos fatos e prevenir a prescrição”.

Leia a íntegra da decisão.

(Com informações do Supremo Tribunal Federal – STF)

Leia também:          

Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Acesse a plataforma de assinatura de documentos com certificado digital de maneira fácil e segura.

Siga o Portal Juristas no Facebook, Instagram, Google News, Pinterest, Linkedin e Twitter.    

Delação Premiada da JBS - Edson Fachin
Créditos: Epitavi / iStock.com

DEIXE UMA RESPOSTA