Anvisa abre consulta pública sobre rótulos em alimentos

268
anvisa
Créditos: Anetlanda | iStock

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) abriu uma consulta pública sobre rótulos de alimentos para receber contribuições acerca de qual modelo será adotado. É possível fazer colaborações até 6 de novembro.

O formulário para envio das sugestões e os detalhes sobre a iniciativa estarão disponíveis no site da agência.

Dentre os pontos propostos, está o fato de que fabricantes devem tornar mais legíveis os dados nutricionais dos produtores, por meio de modelo de rótulo frontal para os alimentos com alto teor de açúcar adicionado, sódio ou gordura saturada.

Esses ingredientes estão associados a muitas doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares. A Anvisa estabelecerá os limites a partir dos quais a presença destes ingredientes será considerada como de “alto teor”.

Outro ponto proposto diz respeito à facilidade de visualização das informações. O fabricante deve utilizar letras maiores se o produto contiver alto teor destes ingredientes. Também deve inserir o desenho de uma lupa, na parte frontal do produto, na metade superior, para chamar a atenção para tal informação.

Além disso, deverá conter uma declaração padronizada de informações nutricionais por 100 gramas (g) ou 100 mililitros (ml), incorporada à tabela nutricional. A atual declaração por porções será mantida. Também deverá ser incluído o número de porções por embalagem do produto. 

Objetivo da medida

O principal objetivo da mudança sobre os rótulos dos alimentos é facilitar a comparação entre os conteúdos pelo consumidor, sem precisa fazer cálculos. Atualmente, as medidas permitem uma grande variação, dificultando o entendimento das informações.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), o modelo mais adequado difere do proposto, porque deveria apresentar os nutrientes em formato de triângulos, simbolizando a noção de alerta de forma mais fácil para os consumidores.

(Com informações do Agência Brasil EBC)

Leia também:          

 

Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Acesse a plataforma de assinatura de documentos com certificado digital de maneira fácil e segura.

Siga o Portal Juristas no Facebook, Instagram, Google News, Pinterest, Linkedin e Twitter.   

DEIXE UMA RESPOSTA