Processo é aberto pelo Cade contra Itaú e Rede por infração à ordem econômica

303

O CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica, aceitou denúncia e abriu processo contra o banco Itaú e contra a credenciadora de cartões Rede, por concorrência desleal, infração à ordem econômica e medidas anticompetitivas. As duas empresas já foram obrigadas de imediato a interromper ações comerciais consideradas abusivas e, caso não obedeçam ao órgão do governo, serão multadas em R$ 500 mil por dia.

O Cade mandou o Itaú interromper imediatamente a exigência de ter conta no banco para que os clientes da Rede tenham acesso à liquidação de suas vendas no crédito à vista em cinco dias úteis.

Foi determinado a retirada de todos os anúncios que relacionem a liquidação de vendas no crédito à vista com a manutenção de conta na instituição financeira.

Além disso, o Cade determinou que o Itaú se comunique diretamente com todos os clientes da credenciadora que passaram a ter conta no banco desde o início  da campanha, informando que não é necessário manter essa conta para ter acesso à liquidação de suas vendas no crédito à vista em cinco dias.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA