50 tribunais são premiados pelo CNJ por excelência e qualidade

231

Durante o XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário, mais de 50 tribunais foram homenageados com o Prêmio CNJ de Qualidade, cuja abertura ocorreu nesta segunda-feira (25/11), em Maceió. O Tribunal de Justiça de Sergipe, o Tribunal de Justiça Militar de São Paulo, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (SP) e o Tribunal Regional Federal da 5ª Região receberam o Prêmio Melhores do ano 2019 pelo desempenho em todos os eixos temáticos. As Cortes se destacaram no segmento de Justiça em que estão inseridas.

O Prêmio CNJ de Qualidade é um estímulo para os segmentos do Poder Judiciário buscarem excelência na gestão e no planejamento de suas atividades; na organização administrativa e judiciária; e na sistematização e disseminação das informações e da produtividade. A novidade deste ano foi a premiação “Melhor do Ano 2019”, que buscou identificar os tribunais que se destacaram na comparação com seus pares. Nesse caso, foram avaliados os órgãos pertencentes ao mesmo segmento de Justiça. São cinco categorias, em que concorreram entre si, os 27 TJs, os 5 TRFs, os 24 TRTs, os 27 TREs e os 3 TJMs. A conquista do prêmio nessa categoria exige que o tribunal obtenha, no mínimo, 60% da pontuação relativa. Os tribunais superiores não concorreram.

Outra inovação foi a análise do conteúdo e do resultado. “Este ano não bastou mais enviar o dado. O grande desafio era enviar as informações com qualidade, permitindo que seja avaliada a efetividade da política”, afirmou a diretora Executiva do Departamento de Pesquisa Judiciárias (DPJ/CNJ), Gabriela Soares.

“Este ano o prêmio CNJ de qualidade lançou novos desafios aos tribunais. Foi possível ver que houve grande esforço na busca de uma melhor prestação jurisdicional, com melhoras sentidas nos eixos de governança, transparência, gestão de dados e produtividade”, completou Gabriela Soares.

 

Fonte: CNJ

DEIXE UMA RESPOSTA