Poupadores que foram prejudicados por planos econômicos é o foco da AGU

427

Foi realizado um acordo coletivo pela Advocacia Geral da União para indenizar brasileiros que tinham poupança entre as décadas de 1980 e 1990 e, de alguma forma, se sentiram prejudicados pelos sucessivos planos econômicos daquele período.

De acordo com a AGU, mais de 95 mil poupadores já aderiram ao acordo coletivo e R$ 1,4 bilhão já foi pago. O prazo para aderir ao acordo que engloba, por exemplo, os planos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991) termina em março de 2020.

A AGU tem trabalhado para explicar os termos do acordo para poupadores e assim encerrar disputas judiciais. Na última quarta-feira (4/12), o adjunto do advogado-geral da União, Fabrício da Soller, se reuniu com representantes dos signatários do acordo e com a OAB para solicitar contatos dos representantes jurídicos de poupadores para que a Federação Brasileira de Bancos possa se comunicar com eles.

No total, 95 mil poupadores já aderiram ao acordo, um número que representa R$ 1,4 bilhão já pago aos prejudicados com os planos econômicos que acionaram a Justiça.

 

Clique aqui para saber mais sobre como aderir ao acordo coletivo

 

Fonte: Conjur

DEIXE UMA RESPOSTA