Veto à desoneração da folha de salários pode ser derrubado

5

Em um levantamento realizado pela consultoria política Arko Advice, 377 deputados e 39 senadores se mostraram favoráveis à derrubada do veto à desoneração da folha de salários até o fim de 2021. Para que, de fato, a medida seja prorrogada, são necessários os votos de 257 deputados e 41 senadores.

Além da mobilização de empresários para que a desoneração seja mantida, há também uma ala do governo que pretende adiar o debate e realizá-lo junto com a Reforma Tributária, alterando os encargos sobre a folha de salários por tributos sobre transações digitais.

No entanto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, acredita que há, sim, uma grande possibilidade de o veto ser derrubado. Ele também julga necessária a discussão no momento, já que a reforma tributária possui uma transição de dez anos e a desoneração foi prorrogada por apenas um ano.

O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, já sinalizou que é possível dialogar sobre a desoneração da folha de salários. Para os parlamentares, a prorrogação pode funcionar como uma ponte para um Orçamento mais amplo em 2021, conforme era o desejo de Paulo Guedes, Ministro da Economia.

Para Orlando Silva, deputado que inseriu a pauta em seu relatório na Câmara, existem duas opiniões distintas: uma defende a simples derrubada do veto enquanto a outra defende uma negociação com o governo antes derrubada.

DEIXE UMA RESPOSTA