Projeto que permite migração de regime tributário em 2020 será votado

13

Como parte do pacote de medidas de combate aos efeitos da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, o Senado deve votar, na próxima quarta-feira, 12 de julho, o PLP 96/2020.

Nesse Projeto de Lei, o autor da proposta, senador Izalci Lucas, sugere que seja permitido às empresas do Lucro Presumido a opção pela migração de regime tributário ainda em 2020. A pauta estava prevista para ser discutida na última quinta-feira, dia 6 de agosto, e foi adiada a pedido do senador Fernando Bezerra Coelho.

Tradicionalmente, a mudança de regime pode ser realizada apenas no prazo definido pelo Fisco — normalmente entre os últimos dias de dezembro e os primeiros de janeiro. No entanto, para evitar a falência de empresas que eventualmente optaram pela migração de regime tributário no início do ano, o PLP propõe uma troca fora do período estabelecido.

O relator, senador Jorginho Mello, também acatou sugestão apresentada pelo SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Nela, a entidade propõe que a migração de regime tributário seja permitida apenas no 3º ou 4º trimestre de 2020.

Em decorrência desta proposta, o relator também incluiu um dispositivo que garante a divisão de cada trimestre com seu respectivo regime. Assim, se uma empresa optar por realizar a migração no terceiro trimestre, o ano-calendário 2020 considerará os dois primeiros trimestres como Lucro Presumido e os dois últimos como Simples Nacional, por exemplo.

Fonte: Dr. Fiscal

DEIXE UMA RESPOSTA