Planejamento Tributário: a solução para pequenos negócios resolverem grandes problemas

10

O Sistema Tributário Brasileiro é o mais complexo e mais caro do mundo, de acordo com estudo de 2019 do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Apenas essa informação já deveria ser suficiente para olhar de outra maneira para as obrigações tributárias.

Uma das maiores responsabilidades é a escolha do regime fiscal, que é feita anualmente e pode salvar ou arruinar o ano inteiro das empresas. Para isso, um bom planejamento tributário pode fazer toda a diferença.

Como o fim do ano se aproxima e, em breve, essa decisão terá que ser tomada, confira no nosso texto de hoje tudo o que você precisa saber sobre o planejamento tributário.

O que é planejamento tributário?

Como o próprio nome já indica, é a prática de se planejar e organizar todas as obrigações fiscais que se deve cumprir. Com cerca de 35 regras tributárias sendo alteradas todos os dias, segundo estudo do IBPT, não raramente os contribuintes acabam por pagar impostos em valores menores ou maiores do que o devido — seja por equívoco, falta de atualização ou desconhecimento.

E é justamente por isso que é importante que o empresário tenha controle sobre todos os lançamentos fiscais e contábeis da própria empresa.

O Planejamento Tributário também é um dos serviços oferecidos pela Dr. Fiscal e por seu franqueados. Nele, analisamos os últimos doze meses de lançamento das empresas e, em uma inovadora comparação entre os diferentes regimes tributários, apontamos qual o melhor para os próximos três anos.

Qual a vantagem para os pequenos negócios?

A escolha errada do regime tributário representa um ano inteiro de apuração e pagamento de impostos que, possivelmente, não seria necessário pagar. Como, para os pequenos negócios, existe o Simples Nacional, é comum ver a opção pelo regime simplificado, mesmo que, muitas vezes, o Lucro Real ou o Lucro Presumido possam ser mais vantajosos.

Antes de entender esse fato, é preciso compreender quais as diferenças entre ambos os regimes.

Com a ajuda da Dr. Fiscal, essa escolha é facilitada. A partir do Planejamento Tributário, fazemos uma profunda análise simulada dos efeitos do faturamento, compras e custos de pessoal em cada um dos regimes. Assim, é possível escolher com maior exatidão qual a opção com menor custo às MPEs.

Qual a vantagem para os contadores?

Sem dúvida nenhuma, o maior ganho para os profissionais contábeis é a expansão de seus serviços. Ofertando o Planejamento Tributário, um contador ganha muito mais mercado  para trabalhar.

É importante ressaltar que este é um serviço complementar, e não tem a intenção de substituir o papel da contabilidade tradicional em seu escritório. Ele vem para somar à sua atuação e lhe ajudar a oferecer, cada vez mais, um serviço de maior qualidade para os seus clientes.

Aliado à Dr. Fiscal, você ganhará tempo, pois nossos projetos são desenvolvidos por uma nossa equipe interna. Isso faz com que você possa atender ainda mais clientes sem comprometer o seu dia a dia.

DEIXE UMA RESPOSTA