Condenada nos EUA, mulher que matou namorado para se casar com próprio pai

21
perícia
Créditos: Pattanaphong Khuankaew | iStock

Amanda Michelle Naylor McLure, de 31 anos, foi condenada a 40 anos de prisão depois de admitir culpa no assassinato do namorado dela, em 2019. Ela e a vítima, John Thomas McGuire, de 38 anos, namoraram quando moraram juntos em Minnesota. O corpo do homem foi encontrado em 24 de setembro de 2019, desmembrado em uma cova rasa em Skygusty, Virgínia Ocidental.

O crime foi cometido com a ajuda do pai de Amanda, Larry Paul McLure, de 55 anos, tem histórico criminal como agressor sexual. Ele e a filha não tiveram contato durante a juventude dela, que teve pais adotivos, mas retomaram contato quando a jovem entrou na fase adulta e começaram um relacionamento incestuoso.

Ao júri norte-americano, a mulher disse que o namorado foi morto depois de contar a Larry que estava apaixonado pela filha dele. A versão, entretanto, não convenceu o juiz Ed Kornish, responsável por conduzir o caso. “Você está colocando a culpa em seu pai”, afirmou o magistrado durante o julgamento.

Pelo crime, Larry foi condenado a passar o restante da vida na cadeia, sem condições de diminuição de pena. A irmã de Amanda, Anna, que segundo investigações também teve envolvimento no crime, ainda será julgada por homicídio doloso (quando há intenção de matar) qualificado.

Com informações do UOL.

DEIXE UMA RESPOSTA