Arquivada denúncia contra o padre Robson

26
padre amaro
Créditos: Gregorydean | iStock

Por decisão unânime o Tribunal de Justiça de Goiás – TJGO arquivou na última terça-feira (6) a denúncia do Ministério Público – MP contra o padre Robson de Oliveira Pereira, acusado de lavagem de dinheiro usando a Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe).

A Afipe é responsável pela Basílica de Trindade, em Goiás e arrecadava doações para construir uma nova basílica na cidade. O padre foi alvo de uma operação do MP iniciada em agosto deste ano, que investiga prática de lavagem de dinheiro, apropriação indébita, organização criminosa, sonegação fiscal e falsidade ideológica.

Segundo o desembargador Nicomedes Domingos Borges não existem provas suficientes de desvio do dinheiro doado pelos fiéis. “A Afipe se trata de uma associação civil evangelizador e, para atender às suas necessidades, poderá criar atividades como instrumento captador de recursos financeiros”, justificou.
O padre pediu afastamento do comando das entidades que ele presidia que são ligadas à associação e a arquidiocese suspendeu temporariamente o direito dele realizar celebrações.

O MP afirmou que só comentará o arquivamento após ter acesso à decisão na íntegra.

Com informações do UOL.

DEIXE UMA RESPOSTA