Justiça Federal determina que UFRN agende nova data para concorrente participar de etapa do concurso

14
Infraero - Concurso Público - Obesidade
Créditos: Chainarong Prasertthai / iStock

Por determinação da Juíza Federal Moniky Mayara Dantas, da 5ª Vara Federal, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN deve agendar uma nova data para que candidata de concurso público possa cumprir uma das etapas da seletiva.

A postulante no dia da etapa de apresentação do Memorial e Projeto de Atuação Profissional, na área de Políticas Públicas e Gestão de Educação, não compareceu devido a urgência médica que teve com o filho de seis meses.

A magistrada acolheu a argumentação e concedeu liminar para que a UFRN oportunize a concorrente participar da etapa do concurso. A Juíza Federal observou que há nos autos atestado médico confirmando que a mulher esteve no pronto socorro do Hospital da Unimed acompanhando o filho que foi vítima de inalação e ingestão de alimentos causando obstrução do trato respiratório.

O desprezo a situações em que o candidato deixa de comparecer a uma etapa avançada do certame, em face da comprovada ocorrência de um caso fortuito ou de força maior, como ocorre in casu, viola princípios caros do Direito Administrativo, quais sejam, a proporcionalidade e a razoabilidade e, na espécie, vou além, viola a própria dignidade da pessoa humana e o dever de proteção à criança, já que da impetrante, em face da necessidade premente de prestar socorro ao seu filho, não se poderia, em hipótese alguma, exigir conduta diversa¿, escreveu a magistrada.

Com informações do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

DEIXE UMA RESPOSTA