Câmeras caseiras hackeadas transmitem batidas policiais ao vivo nos EUA

Egípcio procurado pelo FBI por terrorismo presta esclarecimentos em São Paulo
Créditos: domoyega | iStock
O FBI, serviço de contra inteligência Departamento de Justiça dos Estados Unidos, emitiu alerta sobre um crime conhecido como “swatting”. Segundo a unidade policial, Hackers, após invadirem dispositivos conectados das vítimas, enganam policiais ou outros profissionais de atendimento de emergência para encaminhá-los à casa de uma pessoa que desconhece a ação. Os criminosos transmitem em vídeos ao vivo às batidas policiais.

De acordo com o FBI a prática criminosa traz risco à vida. Há três anos, uma ligação falsa sobre um suposto caso de reféns levou a polícia a atirar em — e matar — um homem no Kansas, havendo ainda outros casos em que pessoas foram feridas.

Em novembro, a rede de televisão americana NBC News reportou que a polícia foi a uma casa na Flórida após receber uma ligação falsa para o número de emergência 911. No telefonema, um homem dizia ter matado sua esposa e estar armazenando explosivos.

Quando os policiais deixaram o prédio, após descobrir que se tratava de uma “pegadinha”, eles relataram terem ouvido insultos através do interfone inteligente da propriedade.

A nova versão de “trote” foi possível porque as vítimas reutilizaram senhas de outros serviços quando programaram seus dispositivos conectados. Como listas de dados hackeados são compradas e vendidas com frequência no mercado ilegal, os criminosos frequentemente testam os dados roubados de um serviço em outros, para descobrir onde senhas foram reutilizadas, alertou o FBI.

Com informações da BBC- Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Specify Instagram App ID and Instagram App Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Instagram Login to work