TJSP decide que Record deve indenizar alcoólatra exposto em programa

TJSP decide que Record deve indenizar alcoólatra exposto em programa | Juristas
Hand holding TV remote control with a television in the background. Close up.

A TV Record foi condenada, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo-TJSP, a pagar R$ 30 mil a um homem, dependente químico, exposto durante o programa “Balanço Geral”. Cabe recurso à decisão. Em 2014, o programa divulgou um vídeo no qual um homem aparece com a cabeça presa no banco de um bar. Durante a exibição, os apresentadores Reinaldo Gottino e Renato Lombardi zombam da situação.

“Se beber, não brinque com o banco do boteco”, diz Gottino. “Dá uma olhada onde ele enfiou a cabeça, ele não consegue tirar, hahaha.” Lombardi responde: “O cara é cabeçudo, meu Deus do céu”. F.F.S. sofre de alcoolismo. “A ‘reportagem’ foi exibida com a finalidade de expor um homem doente em uma situação vexatória”, disse à Justiça o advogado Antonio Carlos Barbosa da Silva. “Como se já não fosse suficiente o sofrimento da família em decorrência da sua doença.”

A Record se defendeu no processo alegando que as imagens foram exibidas com “a intenção de alertar a sociedade para as consequências negativas do consumo excessivo de bebida alcoólica”. Disse não ter conhecimento da doença de F.F.S. e que “agiu no exercício regular do direito de informar, sendo que os comentários não ultrapassaram os limites do que estava sendo veiculado, consistentes em mera narrativa dos fatos que estavam acontecendo”. A emissora disse que não houve qualquer dano à honra, à moral ou à dignidade e reputação do autor.

O desembargador João Carlos Saletti disse que zombar de uma pessoa embriagada é “maldade” que “não guarda interesse público”. “O show com a tragédia revela o outro lado da degradação humana, do homem que se compraz e se diverte com a tragédia alheia.”

Com informações do UOL.

 

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA