Justiça manda prender ‘rainha do crime’ suspeita de assaltar ‘crush’ do Tinder

habeas corpus
Créditos: Motortion | iStock

A Justiça de São Carlos (SP) decretou a prisão preventiva de Maria Angélica Macedo da Silva, 29, conhecida como “rainha do crime”. Ela é suspeita de participar de um assalto depois de marcar um encontro com um ‘crush’ [pretendente] do Tinder, aplicativo de relacionamentos, no dia 15 de janeiro. Segundo a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São Carlos, foram realizadas buscas, mas ela não foi encontrada e é considerada foragida.

De acordo com a polícia, no dia 15 de janeiro, um homem de 29 anos marcou um encontro com a suspeita pelo Tinder. Após se encontrarem, combinaram de ir de carro até um outro local, porém, no caminho, ela disse para darem carona para um amigo e depois outro. Neste momento, a vítima foi ameaçada com uma faca, acabou levemente ferida, mas conseguiu fugir ao pular do carro em movimento. Ainda segundo a polícia, em seu depoimento, a vítima mostrou uma foto da suspeita, que foi identificada pelos policiais como a “rainha do crime”.

“Ela nega estas acusações. Segundo as investigações, ela teria utilizado uma arma branca [faca] para ameaçar a vítima. Ela já foi presa, condenada e nunca se utilizou de algum tipo de arma. Ela foi solta depois de cumprir a pena, estava trabalhando com venda de suplementos e tinha feito duas entrevistas de emprego. Então, ela nega veementemente a participação neste caso. Ela só não se apresentou porque eu não pude ir para São Carlos. Ela tem residência fixa lá”, afirmou a advogada de Maria Angélica, Luzia Helena Sanches,

Segundo ela a suspeita ‘nega veementemente’ a participação no crime e alegou que ela não se apresentou à polícia porque a defesa não pôde acompanhar, até agora, a cliente até São Carlos. A advogada reside a 39 km da cidade, em Itirapina. Maria Angélica foi condenada pela Justiça por crimes de furto e, desde maio de 2019, cumpria pena de 2 anos e 4 meses em regime aberto, tendo que comparecer trimestralmente perante o juiz para comprovar residência fixa, trabalho e acompanhamento do processo de ressocialização.

Com informações do UOL.

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA