Presidente do TRT da 15ª Região se reúne com representantes da Ford

Montadora pagará indenização por danos morais por carro zero com problemas
Créditos: Rainer Plendl | iStock

No último dia 21 de janeiro a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP), desembargadora Ana Amarylis Vivacqua de Oliveira Gulla, vice-presidente judicial do Regional, desembargador Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani, participaram de encontro com representantes da Ford, por videoconferência. Segundo Gulla, “A prioridade é a busca pelo diálogo franco e transparente”.

A reunião se deu por iniciativa da própria Ford, para discutir sobre a recente decisão da empresa de fechar suas unidades no país. De acordo com os representantes da empresa, não houve desligamento automático de empregados porque a regra da Ford é negociar primeiro. Nesse sentido, a empresa se mantém diariamente, desde o dia 18/1, em negociações com os sindicatos da categoria profissional, com ênfase na busca pela autocomposição, o que segundo a empresa é suficiente.

O vice-presidente judicial, desembargador Francisco Giordani, ressaltou a necessidade de uma “solução construída” entre as partes e afirmou que a VPJ se encontra à disposição para negociações. Segundo também informaram os representantes da empresa, “a decisão da Ford não prejudica sua postura frente ao Judiciário, e sempre honrará suas obrigações”.

Com informações do Conselho Superior da Justiça do trabalho.

 

Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas – www.arjuristas.com.br. Entre em contato através de email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA