Bem só é considerado impenhorável se for comprovadamente necessário para a atividade profissional do executado

acusações
Créditos: Vladimir Cetinski | iStock

Conforme previsto no art. 833 do Código de Processo Civil (CPC), a 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), entendendo que um bem só pode ser considerado impenhorável, se for comprovada a essencialidade deste, para a atividade profissional do executado, manteve a penhora de uma motocicleta de propriedade do executado, um mototaxista.

Embora a defesa tenha alegado que o veículo não poderia ser penhorado por ser necessário ao exercício da profissão do homem, não foram apresentados documentos que comprovem a atividade profissional.

O Colegiado considerou que, apesar da afirmação, “não restou comprovado que o executado exerça atividade de mototáxi, uma vez que juntou aos autos apenas um cartão de visita, o que não é suficiente para a demonstração do quanto alegado”.

Nesses termos, a decisão unânime da Turma foi pela manutenção da penhora do veículo.

Com informações do Tribunal Regional Federal da 1ª Região

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA