Ex-presidente francês Sarkozy é condenado à prisão por corrupção

simpósio
Créditos: Brian A. Jackson | iStock

Nesta segunda-feira (1), juízes consideraram o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy (66), culpado por tentativa de suborno e tráfico de influência. Sarkozy, que governou a França de 2007 a 2012, foi condenado a três anos de prisão.

De acordo com investigadores, em conversas grampeadas foi revelado que o ex presidente e seu advogado Thierry Herzog teriam um pacto para troca de informações privilegiadas com o ex-juiz Gilbert Azibert. Em troca, o político teria prometido ajudar o magistrado a conseguir um cargo no Conselho de Estado de Mônaco. Os três envolvidos tiveram a mesma sentença.

O ex presidente tentava obter informações referentes ao “caso Bettencourt”, no qual Sarkozy havia sido acusado de ter se aproveitado da sanidade mental da empresária bilionária Liliane Bettencourt, herdeira do grupo L’Oréal, para conseguir doações acima do teto legal para o financiamento de sua campanha presidencial em 2007.

Apesar da condenação a três anos de prisão, o Tribunal Correcional de Paris decidiu que dois dos três anos estão isentos de cumprimento. O terceiro ainda pode ser convertido em prisão domiciliar ou vigilância com uso de tornozeleira eletrônica. Sarkozy tem 10 dias para apelar do veredicto.

Com informações da Folha.

 

Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas – www.arjuristas.com.br. Entre em contato através de email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA