Família de George Floyd vai receber 27 milhões em acordo com a Cidade de Mineápolis

empregado
Créditos: Dekdoyjaidee | iStock

A família de George Floyd, o afro-americano de 46 anos que morreu em 25 de maio de 2020 após ser imobilizado no chão por um polícial branco que lhe pressionou o pescoço com um joelho, vai receber, após acordo com a prefeitura da cidade de Minneapolis, nos EUA, uma indenização de US$ 27 milhões, o equivalente a pouco mais de R$ 150 milhões.

As imagens de um homem negro sendo morto pelo policial, Derek Chauvin, de forma desumana viralizaram nas redes sociais. Floyd foi abordado por Derek e outros três policiais após o atendente de uma loja acusá-lo de tentar usar uma nota de  vinte dólares falsa. Os vídeos que mostram o policial ajoelhado no pescoço de Floyd por quase nove minutos enquanto ele suplicava: “não consigo respirar”, motivaram protestos contra o racismo e a violência policial.

A família de Floyd deu entrada em julho do ano passado em um processo na justiça federal americana contra a cidade e quatro policiais do município. Eles são acusados pelo uso excessivo de força e violação dos direitos constitucionais.

Na época os quatro policiais foram demitidos, Chavin foi acusado de homicídio em segundo grau (doloso) e pode pegar até 40 anos de prisão.

O acordo foi firmado antes mesmo do resultado do julgamento sobre o caso, que teve início na última terça-feira (9), e aprovado por unanimidade pelo conselho municipal. Agora, o prefeito Jacob Frey deve sancionar a medida.

Com informações da Folha e G1.

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA