TJSP nega indenização ao guru espiritual Sri Prem Baba

Casas Bahia - Indenização
Créditos: Michał Chodyra / iStock

Negado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) o pedido de indenização por danos morais feito pelo guru espiritual Sri Prem Baba à Editora Globo. O líder espiritual queria ainda a remoção e a retificação da reportagem, “A Ciranda de Sexo, Dinheiro e Mentiras de Prem Baba”, publicada em setembro 2018 pela revista.

A reportagem apresentava o relato de que três mulheres acusavam Janderson Fernandes de Oliveira, o Prem Baba, de abuso sexual, e dizia ainda que ele se aproveitava da boa vontade da comunidade para enriquecer.

Na ação, Prem Baba, afirma que as acusações são ofensivas e que a publicação, “de modo irresponsável e sensacionalista”, trouxe danos irreparáveis a sua honra e imagem. “As acusações são inverídicas”, disse à Justiça o advogado Renato Opice Blum, que o representa. “Não pode o Sri Prem Baba, pessoa honesta e proba, reconhecida internacionalmente pelo excelente trabalho, ser exposto à sociedade como um criminoso.”

Em sua defesa a revista afirmou que a reportagem foi cautelosa, isenta e imparcial e que apenas narrou as acusações feitas por antigas seguidoras do líder espiritual. “Trata-se de um episódio de relevante interesse público”, afirmou André Cid de Oliveira, advogado da Época.

O líder religioso foi derrotado em primeira e segunda instâncias. O desembargador Erickson Gavazza Marques, relator do processo no TJSP, afirmou que, embora o conteúdo da reportagem possa ter desagradado o líder espiritual, “não houve abuso do direito de manifestação”. Ainda cabe recurso à decisão.

Com informações do UOL.

 

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA