Justiça atualiza dívida e jogador do Flamengo, deve R$ 4,8 milhões ao Botafogo

Jogo de Futebol
Créditos: PhonlamaiPhoto / iStock

A justiça determinou que o meio-campista Willian Arão, do Clube de Regatas Flamengo deve R$ 4,8 milhões em ressarcimento ao seu antigo clube, o Botafogo por perdas e danos. O volante deixou o Botafogo e acertou sua ida ao Flamengo em 2015. Desde então, os alvinegros buscam na Justiça o pagamento de multa pela rescisão unilateral por parte do jogador.

O valor inicial do processo, que corre desde 2019 na Justiça, era de R$ 4 milhões. A partir de juros e correção monetária, a expectativa por parte do Alvinegro era receber algo entre R$ 8 milhões, mas só deve receber R$ 4 milhões já que R$ 800 mil deste montante será repassado ao técnico Oswaldo de Oliveira.

Willian Arão deixou o Botafogo e descumpriu um acordo de renovação automática. Por isso, o volante, que segue no Flamengo, foi condenado a pagar os alvinegros.

Com informações do UOL.

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA