Nise Yamaguchi processa senadores da CPI da Covid-19

Empresa aérea / Covid-19 / medidas restritivas/ CPI da Covid-19
Créditos: scyther5 / iStock

A médica oncologista Nise Yamaguch, que prestou depoimento como convidada à CPI da Covid-19 no dia 1º de junho, entrou com processo, por danos morais, contra os senadores Omar Aziz (PSD-AM) que preside a Comissão Parlamentar, e Otto Alencar (PSD-BA). Nise afirma ter sido vítima de misoginia, preconceito às mulheres, e humilhação durante seu depoimento à CPI. Nise Yamaguchi está entre os 14 investigados pela CPI.

Diferentemente de outras autoridades, a médica foi convidada – e não convocada como testemunha ou investigada-
por ser defensora do uso da cloroquina no tratamento da Covid-19 e ter sido nominalmente citada como uma das integrantes do chamado “ministério paralelo”, que supostamente assessorava o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre medidas de enfrentamento da pandemia. Ela não tinha a obrigação de ir à CPI, não tendo também a exigência legal de falar a verdade, embora tenha se comprometido a fazê-lo.

Na ação, a médica afirma que Aziz e Alencar “perpetuaram um verdadeiro massacre moral”. Para a defesa de Nise, os parlamentares agiram com intenção de “destruir a imagem” de Yamaguchi “perante toda a sociedade brasileira”.

A defesa da médica frisou que o que se viu durante o depoimento, que durou 8 horas, foi, “um ser humano ter destroçada a sua dignidade enquanto médica, cientista e mulher”, cita o “manterrupting”, que é quando a fala de uma mulher é interrompida constantemente por um homem, e pede indenização de R$ 160 mil por danos morais a cada um dos parlamentares. Os advogados pedem ainda que a Procuradoria-Geral da República avalie se os senadores cometeram o crime de abuso de autoridade. Caso ganhe a ação, a médica afirma que doará o dinheiro a hospitais que atendem a crianças com câncer.

O senador Otto Alencar (PSD-BA), ainda não foi notificado. Assim que ocorrer a notificação, os advogados responderão, de acordo com a lei. O senador Omar Aziz vai aguardar a notificação judicial para comentar a ação.

Com informações de Metrópoles e CNN.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA